contador

Picture

O que é Scene Kids?

Não tem jeito: todo mundo já ouviu falar deles. O Scene é uma subcultura intensamente popular entre os jovens do Reino Unido, Austrália, Argentina, Estados Unidos e, hoje, cresce cada vez mais em todo o mundo. Os jovens influenciados por esta subcultura e podem ser conhecidos como Scene Kids, Scene-agers, Scenesters ou simplesmente Scene. Costumam freqüentar cafeterias famosas, shopping centers e, como o próprio nome resumidamente sugere, shows de música.
Os Scenesters, à primeira vista, podem ser identificados pelo visual... er... extravagante. Foram parcialmente influenciados pelo Punk Rock, Indie, Gothic, Emocore, Hardcore, “Visual Kei”, Hard Rock... sim, tem um pouco de tudo, meldels! :D
Porém, entre todos, o Hard Rock e anos 80 podem ser o que mais se destacam em questão de influência visual dos Scene Kids. Tem estampa de leopardo e zebra, jeans skinny fluorescente, jóias de plástico, cabelos desfiados e eriçados com laquê e muito, mas muito mais. 
A moda nos anos 80 ficou conhecida, em parte, pelas cores vibrantes, os cabelos multi-coloridos e cheios, o abuso de acessórios e extravagância. Muita extravagância.
As camisetas (de cores fluorescentes – ou não) quase sempre traziam frases em letras enormes
– vide a banda Frankie Goes To Hollywood, que popularizou suas camisetas promocionais pelos dizeres “Frankie Says:” (“Frankie diz:”) junto de alguma frase de impacto. Os Scene resgatam muitas coisas dessa década, usando estampas com letras grandes e frases aleatórias ou até mesmo de desenhos animados, videogames, bandas e filmes que relembrem os anos 80. Ao mesmo tempo, os Scenesters costumam ser totalmente conectados ao presente: são ligados à internet, principalmente à lojas online ou sites de relacionamento como Myspace, Youtube, Buzznet ou Orkut – onde são muito populares – também abusam dos aparelhos eletrônicos como notebooks, videogames, celulares, câmeras e etc.
A subcultura Scene é muitas vezes associada ao uso de drogas (sejam lícitas ou ilícitas) – especialmente álcool e maconha. No entanto, muitas pessoas que se identificam como Scene são Straight Edge: não fumam, bebem ou se drogam — e grande parte destes é vegetariana.

A Galera da Cena
Sim, essa é uma das minhas traduções favoritas para “Scene Kids”. “Scene”, na língua inglesa, significa “Cena”. Mas, espera um pouco: que tipo de cena seria esta?

Eu explico:
“Fazer parte da cena” significa, em resumo, engajar-se; ou, pra usar uma palavra melhor: enturmar-se em algum tipo de atividade. Para fazer parte da cena musical – um exemplo, já que existem muitas outras 'cenas' - você deverá freqüentar lugares como shows de música, encontros, ou qualquer outro tipo de local onde a música se manifesta. Este é um modo de conhecer pessoas, bandas, ou qualquer coisa relacionada à música.
Já “Kids” causa uma certa confusão na hora de ser traduzido. No sentido literal, “Kids” significa “criança, pirralho, moleque”; mas também é uma forma que os músicos têm para se referir aos jovens - a molecada que frequenta a cena. Estou dando toda essa aula chatissssima
 de inglês porque, por diversas vezes, encontrei traduções erradíssimas, - macabras, até, eu diria - para “Kids”.É sério, galere. Alguns tiveram cara-de-pau suficiente para traduzir “Scene Kids” como “Cena de Criança”! Aham, Cláudia, senta lá.
Certamente essas pessoas não falam inglês e usaram nosso querido tradutor online, o Babelfish, do Yahoo! - conhecidíssimo por traduzir mal, transformando frases como “Hello, my dear fans” (Olá, meus queridos fãs”) para “Olá, meus caros ventiladores”. Duvidam? Então façam o teste aqui, ahahaha: http://br.babelfish.yahoo.com/translate_txt :D
Online
Scenesters são incrivelmente ativos em redes sociais como Myspace, Buzznet, Twitter e Youtube. Eles ganham fama por sua criatividade na arte da fotografia, moda, música e etc. 

Costumam usar palavras como “rawr”, “xoxo”, “rad”, “yarr” quando conversam online e também e duplicam o último caractere da palavra, como, por exemplo em “babyy”, “heyy' ou “:]]”. Por muitas vezes, abreviam uma frase trocando-as por siglas: “Be right back”(Já volto!) seria “Brb” ou, “As soon as possible” (o mais breve possível) seria ASAP.

Scene Queens e Scene Kings
Scene Queens são as “Rainhas da Cena”, bem como Scene Kings 
são os “Reis da Cena”. O termo se refere aos Scenesters que conseguiram algum destaque na cena, ou por ser um modelo famoso, estilista, músico, fotógrafo e etc.
Algumas das mais famosas Scene Queens são: Audrey Kitching, Brittany Kramer, Brookelle Bones, Anita K, Atilla, Lexi Lush, Kiki Kannibal, Dakota Rose, Alaina Beaton, Lexi Lush, Hillary Haywire, Jesse Cupcake, Heather Beather, Vanna Venom, Kolbi Jean, Dani Gore, Hanna Beth, Jac Vanek, Jeffree Star*, Izzy Hilton**, Raquel Reed, Hannie Dropkick, Melissa Marie, e Zui Suicide.
Scene Kings que se destacam: Andy Sixx, Alex Mckee, Brandon Killen, Corey Pattakos, Dahvie Vanity, Dannie Moo, Randy Romance, Colton Davis, Trace Cyrus, Dustin Von Scott, Oliver Sykes, Fabian Infamous, George Boleyn, Jordan Reece Bethell, Luke Nugent, Kaiden Blake, Sam Llansing, Virgil Venom, Chris Dakota, Brian Jameson, Jon Lee, Anthony Antcakes, Paul Griffiths, Clint Catalyst, John Hock e Matthew Lush.

Apenas um resuminho sobre Scene Queens e Kings, pois, em breve, teremos um post somente para eles :)